segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Cinnamon Rolls

Os enroladinhos de canela podem ser feitos a partir da massa para pizza.

Após sovar a massa e deixar crescer, ligue o forno em temperatura média. Abra a massa numa superfície plana enfarinhada, com o rolo. Abra de forma retangular, com pouco mais que um palmo de largura.

Unte a massa com manteiga. Depois cubra com uma mistura de açucar com canela.

Enrole a massa na largura, fazendo um rolo bem comprido (como rocambole). Corte em pedaços com cerca de 3 dedos de largura cada, e coloque em pé em uma forma untada. Deixe um espaço entre cada um, por que a massa irá crescer mais, quando colocar no forno.

Coloque no forno até dourar (cerca de 25 minutos). Coma quente com cobertura de sorvete. É muito gostoso...

Um Homem, Uma Mulher

O plano de Deus para a família foi e é: Um homem, e uma mulher, com compromisso mútuo, para então criar os filhos baseados nos ensinos da palavra de Deus.

Ao longo da história, o homem muitas vezes tem se rebelado contra a vontade de Deus, inclusive no planejamento da familia.

Houveram épocas em que os homens não quiseram se contentar com apenas uma mulher. Existem muitos relatos (inclusive na própria Bíblia) de homens com diversas mulheres. A Bíblia diz claramente, que no final de sua vida, o rei Salomão teve o seu coração corrompido pelas suas muitas mulheres: "Pois sucedeu que, no tempo da velhice de Salomão, suas mulheres lhe perverteram o coração para seguir outros deuses; e o seu coração já não era perfeito para com o Senhor seu Deus, como fora o de Davi, seu pai;" 1 Reis 11:4

Houveram também épocas em que os homens preferiam se relacionar com outros homens, e as mulheres se relacionar com outras mulheres, deixando de lado o plano de Deus. A Bíblia nos mostra claramente o que Deus diz sobre a questão, que não deixa margem para comentários: "Pois do céu é revelada a ira de Deus contra toda a impiedade e injustiça dos homens que detêm a verdade em injustiça. Porquanto, o que de Deus se pode conhecer, neles se manifesta, porque Deus lho manifestou. Pois os seus atributos invisíveis, o seu eterno poder e divindade, são claramente vistos desde a criação do mundo, sendo percebidos mediante as coisas criadas, de modo que eles são inescusáveis; porquanto, tendo conhecido a Deus, contudo não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes nas suas especulações se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu. Dizendo-se sábios, tornaram-se estultos, e mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis. Por isso Deus os entregou, nas concupiscências de seus corações, à imundícia, para serem os seus corpos desonrados entre si; pois trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura antes que ao Criador, que é bendito eternamente. Amém. Pelo que Deus os entregou a paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural no que é contrário à natureza; semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para como os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a devida recompensa do seu erro. E assim como eles rejeitaram o conhecimento de Deus, Deus, por sua vez, os entregou a um sentimento depravado, para fazerem coisas que não convêm; estando cheios de toda a injustiça, malícia, cobiça, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, dolo, malígnidade; sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes ao pais; néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, sem misericórdia; os quais, conhecendo bem o decreto de Deus, que declara dignos de morte os que tais coisas praticam, não somente as fazem, mas também aprovam os que as praticam." Romanos 1:18 a 32

Nesse texto Deus é bem enfático quanto à condição do homem, e o que Deus fez em resposta às atitudes dos homens. Deus também revela nesse texto, qual o fim dos que tem essas práticas.

Devemos também lembrar que outros ao longo da história tem tentado usufruir do casamento sem um compromisso entre as partes. Ou seja, um relacionamento livre, momentaneo. Isso também é condenado por Deus, e tem as suas próprias consequências.

Devemos honrar a Deus, e procurar viver de acordo com as Suas leis e ordenanças para termos uma vida longa e abençoada.

Duas Vezes Meu

Conta-se uma estória de um menino que construiu um barquinho e foi brincar no rio. A correnteza terminou por levar o barquinho. Dias depois, o menino passava pelo centro da cidade e viu seu barquinho na vitrine de uma loja. Entrou sorridente e disse ao proprietário da loja: Esse barquinho é meu. O dono replicou que tinha encontrado o barquinho e portanto era o seu dono e se o menino quisesse o barquinho teria que pagar o preço marcado.

O menino juntou o dinheiro e voltou na loja e comprou aquele barquinho. Ao levá-lo para casa disse: Você é duas vezes meu. Primeiro porque eu lhe fiz, e segundo porque eu lhe comprei.

Aqueles que são servos de Jesus Cristo, remidos pelo Seu sangue, podem dizer que são duas vezes d'Ele. Uma porque Ele nos criou à Sua imágem, e outra porque Ele nos comprou com o Seu sangue.

"Ele [Jesus Cristo] é a pedra que foi rejeitada por vós, os edificadores, a qual foi posta como pedra angular. E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, em que devamos ser salvos." Atos 4:11-12

De Volta À Origem

Existe uma brincadeira que é feita em grupo com certa frequência chamada de "Telefone sem Fio". Para realizar a brincadeira uma pessoa conta uma estória para a segunda pessoa. Essa segunda pessoa conta a mesma estória para a terceira, que conta para a quarta pessoa e assim sucessivamente. Ao final da fila, compara-se a estória inicial com a final. Normalmente o final é muito diferente do início.

Na vida espiritual muitas vezes acontece a mesma coisa. Nós escutamos alguem dizer alguma coisa que ouviu de outra que ouviu de um líder religioso. Para saber se o que ouvimos tem alguma coisa haver com a original, temos que consultar a Bíblia. Pois a Bíblia é a fonte dos ensinos espirituais. Se não buscarmos na fonte, corremos um grande risco de interpretar as coisas de acordo com o que a outra pessoa nos passou, e não conforme a fonte. A Bíblia deve ser a nossa única regra de fé e prática.

Busquemos com frequência a fonte inesgotável da Palavra de Deus.

"Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores; antes tem seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e noite." Salmo 1:1,2

Identificando o Verdadeiro

Conta-se uma estória de um funcionário de um banco que foi fazer um curso para identificação de notas falsas. Quando voltou, seus colegas de trabalho perguntaram sobre as notas falsas: como eram, se eram muito diferentes da verdadeira.

O funcionário replicou que não tinha visto nenhuma nota falsa, no seu curso. Trabalharam exclusivamente com notas verdadeiras, examinando e conhecendo a fundo todas as suas características. Assim, se aparecer uma nota falsa, será fácil identificá-la. Isso independente de qual seja a sua falsificação. Mas tendo qualquer característica diferente da original, então se conclui que é fálsa.

Na vida espiritual, devemos também conhecer de tal forma a Palavra de Deus, que se aparecer algo semelhante (mas não igual) possamos identificá-lo como falso. Para isso, temos que conhecer profundamente a Palavra de Deus. A verdade. Não é à toa que o próprio Deus nos diz: "Ouve, ó Israel; o Senhor nosso Deus é o único Senhor. Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todas as tuas forças. E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; e as ensinarás a teus filhos, e delas falarás sentado em tua casa e andando pelo caminho, ao deitar-te e ao levantar-te. Também as atarás por sinal na tua mão e te serão por frontais entre os teus olhos; e as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas." Deuteronômio 6:4-9

Caracteristicas do Verdadeiro Cristão: Alegre

O verdadeiro cristão é um ser alegre, pois tem consciência de que seus pecados foram perdoados por Deus. Ele tem alegria por viver na presença de Deus. Por saber que tudo de bom, vem do Senhor.

"Alegre-se o céu, e regozije-se a terra; e diga-se entre as nações: O Senhor reina." I Crônicas 16:31

"E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar." Atos 2:46,47

"Então os fez subir para sua casa, pôs-lhes a mesa e alegrou- se muito com toda a sua casa, por ter crido em Deus." Atos 16:34

"Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto nas vides; ainda que falhe o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que o rebanho seja exterminado da malhada e nos currais não haja gado. todavia eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da minha salvação. O Senhor Deus é minha força, ele fará os meus pés como os da corça, e me fará andar sobre os meus lugares altos." Habacuque 3:17-19

A alegria do cristão vem do Senhor, não das circunstâncias. Vem do seu interior, onde habita o Espírito Santo. "Contudo, não vos alegreis porque se vos submetem os espíritos; alegrai-vos antes por estarem os vossos nomes escritos nos céus." Lucas 10:20

"Os preceitos do Senhor são retos, e alegram o coração; o mandamento do Senhor é puro, e alumia os olhos." Salmos 19:8 "Este é o dia que o Senhor fez; regozijemo-nos, e alegremo-nos nele." Salmos 118:24 "Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do Senhor." Salmos 122:1 "Sim, grandes coisas fez o Senhor por nós, e por isso estamos alegres." Salmos 126:3

Caracteristicas do Verdadeiro Cristão: Serviçal

Jesus afirmou que: "Se alguém quiser ser o primeiro, será o derradeiro de todos e o servo de todos." Marcos 9:35 e ainda: "Mas Jesus, chamando-os a si, disse-lhes: Sabeis que os que julgam ser príncipes das gentes delas se assenhoreiam, e os seus grandes usam de autoridade sobre elas; mas entre vós não será assim; antes, qualquer que, entre vós, quiser ser grande será vosso serviçal. E qualquer que, dentre vós, quiser ser o primeiro será servo de todos. Porque o Filho do Homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos." Marcos 10:42-45

Com os textos acima, fica evidente que o verdadeiro cristão deve ser serviçal. Se ele se apresenta como mandão, tome cuidado. Mesmo se for alguma autoridade (Padre, Pastor, Bispo, Presbítero, Diácono, etc.), mas se não tiver o espírito de serviço: CUIDADO. Pode ser um lobo com pele de ovelha.

O verdadeiro cristão serve aos outros, principalmente aos domésticos da fé.

Caracteristicas do Verdadeiro Cristão: Não amante do dinheiro

Aquele que ama e segue a Jesus Cristo (Cristão) não pode amar o dinheiro. Afinal de contas, a palavra de Deus nos diz que "Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar a um e amar o outro, ou há de dedicar-se a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas." Mateus 6:24

Jesus também enviou os seus discipulos e lhes disse: "Nada leveis para o caminho, nem bordão, nem alforje, nem pão, nem dinheiro; nem tenhais duas túnicas." Lucas 9:3 Isso porque o próprio Deus iria dar-lhes o sustento.

O apóstolo Paulo orienta a Timóteo: "Porque nada trouxe para este mundo, e nada podemos daqui levar; tendo, porém, alimento e vestuário, estaremos com isso contentes. Mas os que querem tornar-se ricos caem em tentação e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, as quais submergem os homens na ruína e na perdição. Porque o amor ao dinheiro é raiz de todos os males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores." I Timóteo 6: 7-10

O escritor de Eclesiastes diz que: "Quem ama o dinheiro não se fartará de dinheiro; nem o que ama a riqueza se fartará do ganho; também isso é vaidade." Eclesiastes 5:10

Concluimos, então que o cristão pode ter ou pode não ter dinheiro ou riquezas, mas tendo ou não, ele não pode amar ao dinheiro, ou às riquezas, pois corre o risco de não mais amar a Cristo. Corre o grande risco de colocar seus alvos em coisas materiais sem nenhum valor para a vida eterna com Cristo.

Amado, olhe para Cristo e não para as riquezas deste mundo, pois o verdadeiro cristão não ama ao dinheiro, ou às riquezas.

Caracteristicas do Verdadeiro Cristão: Perdão

Entre as várias características do verdadeiro cristão tem que existir o perdão, pois o próprio Jesus disse, quando ensinava aos seus discipulos como orar, que era necessário perdoar, para também ser perdoado por Deus. "Perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores; ... Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós; Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas." Mateus 6:12,14,15.

O apóstolo Paulo ainda nos orienta da seguinte forma: "Revestí-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de coração compassivo, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade, suportando-vos uns aos outros e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também." Colossenses 3:12,13 e ainda "Antes, sede bondosos uns para com os outros, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo." Efésios 4:32

Vemos então nestes textos que o primeiro motivo para o perdão, é que já fomos perdoados em Cristo os pecados que já cometemos contra Deus. O segundo motivo é semelhante ao primeiro: devemos perdoar para que possamos ser perdoados novamente por Deus. Sem perdão não há o verdadeiro cristianismo.

Portanto perdoai para ser perdoado, e confessai os vossos pecados a Deus para receber dEle o perdão. "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça." I João 1:9

World View

Cada pessoa tem a sua própria visão do mundo. Essa visão é influenciada por inumeros fatores incluindo (mas não limitado a): visão dos pais, criação, educação formal, meio em que vive, leitura (de livros e jornais), programas de TV assistidos, e experiências vividas.

A cada livro que você lê, sua visão global do mundo pode se alterar. A cada artigo de jornal que você lê sua visão pode se moldar um pouco. Cada programa de TV também altera seu World View. Por isso é muito importante ter cuidado no tipo de programa ou filme que assiste.

Se você assiste programas em que a violência é aceita com naturalidade, você pode se tornar uma pessoa que aceita a violência com mais facilidade, e pode até achar que é natural, e começar a ser mais violento.

Se você passa o seu tempo assistindo novelas na TV onde o homossexualismo ou lesbianismo são aceitos e difundidos, você acaba por achar que não tem nada de mais. Acha que tudo isso é comum. Mas com certeza tem suas consequencias. "Pelo que Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro. E, como eles se não importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convém;" Romanos 1:26-28

Se você assiste programas onde armas de fogo são usados com frequência, você poderá achar que é necessário ter uma arma em casa para se proteger, mesmo sem ter a mínima idéia de como utilizá-la. Se assistir muito noticiário onde só é apresentado a miséria, tráfego de drogas, marginalidade, você pode acabar por achar que não tem mais segurança em seu bairro ou na sua cidade. Você pode se tornar mais inseguro e medroso ou até apavorado e entrar em depressão.

Para ter uma visão equilibrada tem que alimentar seu dia-a-dia com informações equilibradas. Obviamente ninguem deve deixar a porta aberta para todo mundo entrar. Mas também não precisa se desesperar e colocar todo tipo de alarmes e cadeados. Deve alimentar sua mente com fatos do dia-a-dia, mas também com a Palavra de Deus. Temos que nos lembrar diariamente que nossa proteção vem de Deus. "Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que edificam; se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela." Salmo 127:1

O apóstolo Paulo orienta aos moradores de Éfeso como deveria ser o nosso comportamento. "Pelo que deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros... Aquele que furtava não furte mais; antes trabalhe, fazendo com as mãos o que é bom, para que tenha o que repartir com o que tiver necessidade. Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem...toda a malícia seja tirada de entre vós..." Efésios 4:25-32

Procure equilibrar a sua visão do mundo ao seu redor. Procure ver o bem que há nos outros e fazer o bem que há em tí. Viva para Deus, da forma como agrada a Ele.

Transferências OnLine

Existem ocasiões em que é necessário transferir recursos financeiros via rede (EX. loja virtual). Hoje o mercado já está mais "maduro" e mais seguro de que nos primórdios da Internet. Já existem programas para gerar boletos bancários online, e também os cartões de crédito já tem sua presença on-line.

O que era difícil, agora está muito mais fácil. E para o site pequeno existem empresas que facilitam seu dia-a-dia, oferecendo serviços financeiros em um pacote integrado.

Veja, por exemplo, os serviços prestados pela PagSeguro. Se o dono de um site quiser receber doações pelo seu site, esse é o caminho. Não custa nada (até um certo limite máximo mensal). Se tiver uma loja virtual pequena, eles te fornecem até alguns scripts para colocar em sua página para servir como carrinho de compras.

A PagSeguro faz também a cobrança via cartão de crédito, se o site for gerido por pessoa jurídica.

Hospedagem de Domínios

Quando um domínio é criado, é necessário ser hospedado em alguma máquina. Basicamente temos duas opções:

  1. Hospedar em um provedor comercial (pago ou não);
  2. Hospedar em maquina própria.

Se a escolha for em provedor comercial, o dono do domínio não precisa se preocupar com a hospedagem em si, mas apenas com a atualização do conteúdo. Esta opção normalmente sai mais em conta, porque vários domínios podem compartilhar a mesma maquina e o mesmo canal. Podem também compartilhar os mesmos servidores de DNS.

Por outro lado, se a escolha for por hospedagem em maquina própria, então o dono do site tem que se preocupar também com:

  • a configuração e segurança da maquina;
  • a velocidade do link;
  • o serviço de DNS (primário e secundário).

Alguns sites oferecem hospedagem grátis para aqueles que registram o domínio através deles. Outros sites oferecem o serviço de DNS secundário a baixo custo anual.

Em todo caso, o criador do domínio tem que pensar e pesar as diversas opções para ver qual o melhor para ele.

Compartilhamento de Arquivos

Nos primordios da Internet, quando alquém precisava de um arquivo, usava o protocolo de FTP para baixar o arquivo de um servidor. Com o passar do tempo, a função de baixar arquivo também foi incorporado ao web browser, tornando esta função mais fácil para o usuário.

Com o aumento do tamanho dos arquivos, e o aumento da quantidade de usuários da grande rede, estes métodos se tornam insuficientes para a distribuição em massa de programas, filmes, música, enfim, de arquivos em geral. Portanto foram elaborados algumas outras maneiras de compartilhar arquivos, utilizando a banda disponível de todos os usuários.

Basicamente o procedimetno é o seguinte: se divide o arquivo em vários pedacinhos (EX. pedaços de 4KB, ou 8KB) e distribui os pedacinhos. Cada cliente baixa os pedacinhos e junta-os para fazer novamente o arquivo completo. Uma vez baixada um pedacinho, esse pedacinho pode ser disponibilizado para outros usuários.

Vamos supor o seguinte cenário: Um produtor quer lançar um filme através da Internet, mas não tem recursos para instalar um super servidor. Então, ele disponibiliza o arquivo pelo método de compartilhamento de arquivos P2P. Quando o primeiro cliente pede um pedacinho do arquivo, ele oferece o primeiro pedacinho. Quando o segundo cliente pede um pedacinho, ele oferece o segundo. Quando o primeiro cliente termina de baixar o primeiro pedacinho e solicitar o segundo pedacinho, o cliente vai buscar, não no servidor, mas no segundo cliente que baixou o segundo pedacinho. O segundo cliente, por sua vêz, quando terminar de baixar o segundo pedacinho e for buscar o primeiro, vai baixar do primeiro cliente.

Desta forma, com a troca de pedacinhos entre si, a banda do servidor principal é economizada. Não fica sobrecarregado.

Posteriormente, quando um novo cliente chegar, pedindo um pedacinho, poderá ser direcionado para um dos outros clientes que já tem pedacinhos disponíveis, e pode baixar os pedacinhos em qualquer ordem, e depois juntar todos os pedacinhos, formando o todo.

Uma das redes P2P é a rede do BitTorrent. Nessa rede existem alguns bancos de dados (um dos mais completos está no site: www.mininova.org ) que mantem a lista dos torrents, ou seja a lista de quem tem quais pedacinhos. Esses bancos de dados são chamdos de "trackers". Os "seeders" (seeds, seeder, sementes) são os sites que já tem uma cópia completa do arquivo e estão disponibilizando para a rede. Os "leechers" (leech, leacher, sugador) são os que estão baixando os pedacinhos, mas ainda não tem o arquivo completo.

É importante ajustar os limites de download e de upload no seu cliente, para não ocupar toda sua banda, caso contrário vai ter muita dificuldade em navegar a outros sites, enquanto está baixando um arquivo pela rede P2P.

Como em qualquer rede compartilhada, existem usuários de todos os níveis e interesses. Alguns só se interessam em baixar o arquivo e não querem compartilhar com os outros. Outros querem divulgar seus programas, e até virus, mascarados pela rede P2P. Todo cuidado é pouco quando se baixa algum arquivo pela rede.

O Valor de um Aniversário

1,2,3,4,5,6,7,8,9,10,11,12,13,14,15,16,17,18,19,20,
21,22,23,24,25,26,27,28,29,30,31,32,33,34,35,36,37,38,39,40,
41,42,43,44,45,46,47,48,49,50,51,52,53,54,55,56,57,58,59,60

Sessenta segundos contabiliza um minuto.

Sessenta minutos completa uma hora.

Vinte e quatro horas contamos como um dia.

Sete dias contamos como uma semana.

Trinta dias contamos como mês.

Trezentos e sessenta e cinco dias contamos como um ano.

Isso tudo nos ajuda a contar o tempo que passa. O que ontem era futuro, hoje é presente, e amanhâ será passado.

Então, o que é um aniversário. Aniversário é um dia de reflexão sobre as Bençãos de Deus em nossas vidas nos ultimos 365 dias. Normalmente convidamos alguns amigos mais chegados para agradecer juntamente conosco as maravilhas que Deus tem feito por nós.

Recentemente eu completei 26280000 minutos de vida. Ou seja, 438000 horas. Também equivalente a 18250 dias de experiência. Outra maneira de contabilizar é considerar como meio século de vida.

Sou muito grato a Deus pelos mais de 1576800000 segundos que Ele me concedeu até aqui. Ele tem me abençoado muito neste tempo que tem passado. Agradeço constantemente a Deus pelo dom da vida.

Espero que você também tem agradecido a Deus pelo tempo que Ele tem lhe concedido neste mundo.

Anivesário é tempo de reflexão dos dias passados, e dos dias que ainda nos restam, antes de encontrarmos com nosso criador face-a-face.

A Internet

A Internet começou como uma forma de trocar idéias entre professores e pesquisadores na universidade. Hoje já evoluiu e está presente na vida de muita gente.

Básicamente a Internet é uma interligação de muitos computadores, alguns atuando como servidores e outros como clientes (alguns como os dois).

Os servidores contém informações que podem ser de diversos tipos:

  • Páginas estáticas em html;
  • Páginas dinâmicas, geradas com informações de um banco de dados;
  • Arquivos (programas, livros, etc.)
  • Serviços diversos.

Os serviços da Internet hoje, podem ser resumidos em:

  • Acesso WEB (navegação);
  • Email (correio eletrônico);
  • Transferêencia de arquivos (FTP, P2P, Torrent, etc.);
  • Forums de conversa (Chat, bate-papo, MSN, etc.);
  • Ligações telefônicas (Voice over IP - VOIP);

Suas Finanças

Como está sua situação financeira? Você tem gasto menos do que ganha? Você tem poupado um pouco para o dia de amanhã. Quem sabe, amanhã será dia de chuva e os clientes decidam ficam em casa, e você vende menos. Quem sabe será um dia de sol e os clientes vão ao parque, e você vende menos. Quem sabe como será o dia de amanhã?

Sempre é bom gastar menos do que ganha. Poupar nunca fêz mal a ninguem.

Como está o seu orçamento? Você fez seu orçamento? Colocou sua contibuição religiosa em primeiro lugar? Já anotou as despesas com moradia, transporte, alimentação, educação, vestimenta?

E uma pergunta muito importante para sua consideração: Já fez a distinção entre necessidade e desejo? Moradia é necessidade, mas moradia luxuosa é vontade, desejo. Transporte é necessidade, mas limosine é desejo. Alimentação é necessidade, mas glutonaria é vontade. Você já descobriu a diferença entre necessidade e vontade?

Seu orçamento deve conter as necessidades básicas. Faça uma lista de prioridades. Deixe o luxo por último. Resolva primeiro as necessidades.

Lembre-se que o dinheiro em si, não traz felicidades. A felicidade brota de dentro do coração com as coisas simples da vida.

Spyware e Virus

Outro dia eu estava em uma loja que vende material de informática, e também faz manutenção em computadores e ouví o "técnico" dizer a um cliente que o computador dele estava cheio de virus. Os anti-spyware tinham detectado inumeros virus no computador.

Eu fiquei calado na hora, mas acho que o "técnico" estava tentando impressionar o cliente, e também usar de má fé em relação à ignorancia do cliente nas diferenças entre "Virus" e "Spyware".

Também não sou expert no assunto, mas vou tentar traçar algumas semelhanças e diferenças entre os dois tipos de programas.

  • Todos dois são programas que são instalados no seu computador por algum usuário (direta, ou indiretamente). Hoje em dia os virus normalmente se propagam por email e é necessário ler o email e/ou executar um arquivo atachado ao email para se infectar. Os spywares normalmente são instalados junto com outro programa, ou através de cookies em sites visitados na Internet.
  • Os virus normalmente fazem alguma coisa prejudicial a seu computador (formatam o HD, desabilitam funções, tornam a maquina lenta). Os spywares normalmente colhem informações sobre o computador e seus usuários, e assim quem se prejudica são os usuários. Podem colher informações simples (quais os sites mais visitados, que tipo de sites o usuário gosta de visitar, ou quais os produtos que compra pela Internet), ou informações sigilosas (contas e senhas de banco).
  • Existem também os "trojans" que se instalam e ficam na espreita até que encontram alguma coisa que acham útil (senha de banco) e depois enviam para o seu dono. Alguns trojans esperam um evento específico (data, acesso, senha) para entrar em ação, que pode até ser a formatação do HD.

Crise de Honestidade

Outro dia eu estava conversando com um vendedor de artigos para crianças, e ele perguntou: O que está acontecendo com o país, com todas esses problemas? Depois do mensalão, mensalinho, e tantas outras coisas, como fica a nossa situação?

Eu tentei analizar algumas coisas que estão faltando na nossa sociedade hoje, e verifiquei que está havendo uma crise da honestidade. Vejamos algumas áreas onde a falta de honestidade tem criado inumeros problemas:

  • Na célula básica da familia. Hoje os casais não são muito honestos para com seus conjuges e assim geram desconfiança entre si.
  • Os filhos também não contam a verdade sobre os lugares que foram, e o que fizeram.
  • Os policiais não tem cumprido os seus papeis de proteger os cidadãos, mas tem buscado propina e ganhos extras.
  • Os políticos não tem representado os interesses dos seus eleitores, mas tem buscado seus próprios interesses e ganhos extras. Não tem sido fiéis nem ao seu próprio partido.
  • Em todas as esferas da sociedade, as pessoas tem esquecido o que é ser honesto, ter um bom nome, e tem se vendido por um pequeno extra de salário a mais.
A falta de honestidade nos negócios tem criado inumeros problemas para as pessoas e para a sociedade em que elas vivem.

Se cada pessoa procurar viver uma vida pautada na honestidade, na ajuda ao próximo, com certeza a sociedade vai começar a mudar.

Lixo no Email

Muitas pessoas que tem email reclamam que recebem muito lixo no email. Esse lixo é chamado de SPAM. Vou tentar descrever sucintamente algumas maneiras de evitar receber spam pelo email.

  • Não divulgue o seu email em nenhum site. Se for necessário que outras pessoas entrem em contato consigo através de alguma página, procure colocar um formulário que envie o email, sem aparecer (nem em campo escondido) o seu email. Existem vários robôs visitando páginas no mundo inteiro à procura de emails para cadastrar num banco de dados para poder ser vendido para pessoas que querem enviar spam.
  • Se visitar um site e este lhe pedir o seu email, coloque, se possível, um email secundário, descartável, ou até um email fictício, se for o caso. Um email fictício de bastante utilidade é o example@example.com.
  • Quando enviar email para várias pessoas ao mesmo tempo, envie o email para voce mesmo, e coloque os seus destinatários como cópia carbono oculto (BCC). Assim você protege os amigos de terem seus emails divulgados a todo mundo da lista.
  • Quando for re-enviar um email que alguem mandou para você, procure apagar o endereço de email de quem mandou para você, permanecendo apenas o seu, como remetente. Assim protege a identidade e o email de seus amigos.
  • Se possível, crie vários emails secundários, descartáveis, que possam ser usados para listas e mensagens, deixando assim o email principal apenas para o trabalho, ou para os familiares e amigos mais íntimos.
  • Nunca responda a spam, pois se responder, confirma para eles que o email é válido e que alguém o lê.

Projeto de Vida

Muitas pessoas são geradas, passam 9 meses na barriga da mãe, nascem, crescem, arranjam um emprego, casam, teem filhos, envelhecem e morrem, mas nunca pensaram em um Projeto de Vida. Apenas fizeram as coisas que eram esperadas. Um passo depois do outro.

Você já pensou aonde quer chegar? Já pensou o que quer fazer nesta vida? Já pensou para onde vai quando esta vida acabar? Já tem o seu Projeto de Vida?

Muitas vezes escutamos pessoas perguntar às crianças: "O que você quer ser quando crescer?" Muitas vezes a criança responde com aquilo que acha que os pais gostariam de ouvir. Ou responde com alguma frase que já ouviu de algum parente mais velho. Ou, em alguns casos, responde com o nome de uma profissão que ela acha que pode proporcionar muito dinheiro, pois é isso que a criança acha que vai fazê-la feliz.

Mas será que realmente isso é Projeto de Vida? Será que realmente isso vai trazer a satisfação de uma vida bem vivida.

A verdadeira felicidade vem por fazer a vontade de Deus, e saber que ao final de nossa vida terrena iremos para junto de Deus. Isso é o que nos dá uma paz interior que outros não conhecem.

Se cremos que Deus é o criador dos céus e da terra, e que Ele nos criou para o louvor de Sua glória, vamos encontrar a felicidade real da vida tãosomente quando fizermos a Sua vontade. Quando buscarmos a alegria no Senhor Jesus Cristo.

Muitas pessoas passam pela vida com a ilusão de que para ser feliz precisam de um salário 10% a 15% maior que o atual. Acham que isso realmente iria ser a solução dos problemas, e que iram poder ser felizes. Visto por este ângulo, nunca vão ser felizes pois até as pessoas mais ricas deste mundo estão buscando um pouquinho mais. Quanto maior o salário, maior o padrão de vida e maiores são os gastos. A felicidade não pode ser atrelada ao quanto a pessoa ganha. A felicidade está no interior, sabendo que está fazendo a vontade de Deus. Está desfrutando do amor de Deus, mesmo com o salário baixo (ou até sem salário).

O meu Projeto de Vida é fazer a vontade de Deus. É dividir o que Deus me dá (Sua palavra, Seu consolo, Seu provimento) com outras pessoas que a necessitam. Meu Projeto de Vida é estar em comunhão com o Deus criador de todas as coisas, para que, quando a minha vida aqui na terra se findar, eu esteja para sempre (eternamente) junto de meu Senhor e Salvador Jesus Cristo, lá no céu.

E o seu Projeto de Vida, qual é?

Voo Automatizado

Já fazem muitos anos que os aviões possuem computadores a bordo, chamados de auto-piloto. A cada modelo novo, esse auto-piloto fica mais sofisticado, tomando conta de mais coisas relacionadas ao voo da aeronave.

Imagine, num futuro próximo, a surpreza dos viajantes quando entrarem na nave para um voo, e ourirem pelo sistema de alto falantes, o seguinte:

Bem vindos a bordo. Este é o primeiro voo totalmente automatizado. Esta aeronave é equipada com um computador sofisticado que irá controlar todo o voo. O computador é de última geração. Tudo será controlado precisamente. Nada poderá dar errado. Dar errado. Dar errado. Dar errado...

Velocidade da Internet

A velocidade verificada por um usuário da Internet depende de inúmeros fatores. Vou listar alguns aqui.

  • A velocidade de sua máquina.
  • A velocidade de seu link (de seu canal de comunicação) com a Internet.
  • A quantidade de máquinas que estão utilizando simultaneamente o seu link.
  • A velocidade do computador do site que você está visitando.
  • A velocidade do link do servidor (do site) que você está visitando.
  • A quantidade de usuários que estão visitando o mesmo servidor (site) que você.
  • Todo o fluxo por onde passa o sinal do servidor até chegar em sua maquina.

Como pode ver tem muitas variáveis para determinar a velocidade de sua Internet. E também algumas são bastante dinâmicas, e podem variar drasticamente de um instante para outro.

Auto Escola nos EE.UU.

Tive a oportunidade de fazer o curso de auto escola nos Estados Unidos na década de 1970. Foi interessante conhecer alguns dos conceitos que passaram para os alunos. Vou tentar listar alguns dos que ainda me lembro.
  • Regule a sua velocidade para ir junto com o fluxo. Se for rápido demais pode bater no veículo de frente. Se for lento demais pode ser que outro bata na sua traseira.
  • Qualquer mudança que pretendes fazer, em relação ao fluxo normal, deverá ser sinalizado, para que os outros motoristas possam entender a sua intenção.
  • Quando for entrar no transito, espere o momento para não atrapalhar quem já está em andamento. Não obrigue o outro veículo a acelerar ou a frear por que você está entrando no fluxo.
  • Se for dobrar à esquerda, espere na faixa da esquerda (se tiver mais de uma faixa) com as rodas direcionadas para frente. Se tiver algum acidente e alguém lhe bater por trás, você será impulsionado para frente numa pista vazia. Se estiver com as rodas viradas para a esquerda, será impulsionado para cruzar a faixa da esquerda que está com transito e a batida será maior.
Uma coisa que meu pai me ensinou a respeito do transito, é que deve-se olhar para frente, lá na frente. Assim você vê se tem algum semáforo que vai abrir, ou fechar, e pode ajustar sua velocidade de acordo. Também pode ver se o fluxo está normal na sua pista. Caso contrário, terá tempo suficiente para mudar de pista.

Uma outra coisa que observei nos semáforos é que em horário de pouco movimento, muitos sinais ficam piscando. A via principal pisca o amarelo e a secundária pisca vermelho. Isso indica que na via principal deve-se cruzar com cautela, e que na via secundária deve-se cruzar só depois de parar e verificar se está livre. Aqui no Brasil quando piscam, piscam tudo amarelo e fica difícil descobrir qual a principal e qual a secundária.

Uso de HUB e SWITCH

A palavra HUB significa: concentrador, núcleo, centro. Utilizado na terminologia de rede de computadores, é um concentrador (ou distribuidor) que recebe os cabos de rede de cada computador.

O HUB, em relação à rede, é um dispositivo "passivo". Recebe o sinal por um cabo e reenvia-o por todos os demais. Não armazena, não interpreta, não trata o "pacote" que vem pela rede. A única coisa que ele faz é amplificar o nível de tensão elétrica, para compensar as perdas elétricas pelo comprimento do cabo.

Como o HUB recebe e retransmite imediatamente por todas os demais cabos, todos os cabos tem que estar funcionando na mesma velocidade. Portanto ele nivela pelo mais lento.

A palavra SWITCH significa interruptor, ou chaveador. Em questão de rede, pode ser colocado em lugar de um HUB.

O SWITCH recebe o pacote que vem por um cabo, armazena o pacote, lê o cabeçalho do pacote para saber orígem e destino. Monta uma tabela com os valores dos endereços encontrados em cada cabo. A cada pacote que chega, faz uma atualização nas tabelas. Em seguida, olha na tabela para saber qual o cabo tem o computador destino, e envia apenas por aquele cabo. Se não tiver o endereço na tabela, então o SWITCH manda por todos os cabos.

Por causa do processamento realizado, o SWITCH se torna um pouco mais caro do que o HUB. Por outro lado o SWITCH é muito mais eficiente, porque recebe e transmite individualmente, reconstitue cada pacote que retransmite e elimina a maioria das colisões na rede. Tem ainda velocidade independente em cada cabo.

Redirecionamentos

Existem vários tipos de redirecionamentos e várias aplicações de redirecionamento.

Um tipo de redirecionamento é utilizado quando o link começa a ficar grande demais, e fica quebrado quando é enviado por email. Nestes casos o serviço oferecido pelo TINYurl é o mais indicado. Voce copia o link inteiro no campo oferecido, e o serviço lhe devolve um link pequeno de redirecionamento, que nunca expira.

Outro tipo de redirecionamento é interessante quando voce tem um site que pode mudar de provedor com frequência. Se faz um cadastro no CJB.NET e coloca o endereço atual do seu link. Cada vêz que mudar de provedor, atualiza-se o link no cadastro do CJB.NET para continuar apontando para o seu site. Basta divulgar o seusite.cjb.net e mantê-lo sempre atualizado, e todos os seus clientes podem lhe achar, independente do seu provedor real.

Se voce tiver um IP dinâmico oferecido pelo seu provedor, e você quer apontar para sua máquina pelo nome, utilize o serviço do DYNDNS, que oferece um serviço de DNS dinâmico. Toda vez que o seu provedor mudar o seu IP, voce atualiza esse IP no serviço do DYNDNS para continuar apontando para o seu site. Existem vários programas aplicativos que poderão ser utilizados para atualizarem automaticamente o IP toda vêz que for modificado pelo provedor.

Se o seu provedor bloqueia a porta 80 (porta WWW) pode ser utilizado um redirecionador de portas, tipo WEBHOP. Este serviço redireciona o serviço web da porta 80 para uma porta que voce especificar, que não seja bloqueado pelo seu provedor. Assim basta colocar seu servidor WWW para escutar nesta porta que você especificou, ou usar o seu roteador/firewall para remapear de volta para a porta 80.

Se o seu provedor bloqueia a porta 25 (email) pode utilizar o serviço de MAILHOP RELAY para reenviar o seu email ao seu servidor em outra porta. Infelizmente este serviço é pago.

Veja também o que escreví sobre IP Dinâmico

sábado, 27 de outubro de 2007

Cabos de Par Trançados

A interligação de computadores pode ser feita "com fio" ou "sem fio". Nas ligações "com fio" existem vários padrões, a exemplo do cabo coaxial de 10Mbps, do par trançado 10/100Mbps e do HUB USB.

Aqui vamos descrever um pouco do funcionamento do par trançado 10/100Mbps.

Para facilitar a vida dos cabistas, os cabos vem de fábrica com fios de cores diferentes. Também foi estabelecida uma ordem padrão, para minimizar o ruido entre um par e outro. Para evitar problemas, esses padrões devem ser rigorosamente obedecidos. Existem dois padrões de sequência de ligações: Padrão 568A, e o Padrão 568B, descritos na tabela abaixo.

Basicamente temos dois tipos de ligação dos cabos: diretos e cruzados. O cabo direto deve ser usado entre uma maquina e um HUB, ou entre uma maquina e um SWITCH.
Para construir um cabo direto, as duas pontas devem ser iguais, do Padrão 568A, como descrito abaixo.

Um cabo cruzado deve ser usado para ligações entre duas maquinas, dois HUBs, dois SWITCHes, ou entre um HUB e um SWITCH. Para construir um cabo com os pares cruzados, (tipo cross-over) uma ponta deve seguir a sequência do Padrão 568A, enquanto a outra ponta deve seguir o padrão 568B.

A construção de cabos "par trançados" deve seguir a seguinte ordem dos fios (vistos de cima, da esquerda para direita, com o conector mais afastado do observador).

Sequência do Padrão 568A Sequência do Padrão 568B
Branco-Verde Branco-Laranja
Verde Laranja
Branco-Laranja Branco-Verde
Azul Azul
Branco-Azul Branco-Azul
Laranja Verde
Branco-Marrom Branco-Marrom
Marrom Marrom

Devemos observar o comprimento mínimo de 30 cm, e o comprimento máximo de 100M para o cabo categoria 5.
Essas informações valem tanto para a rede de 10Mbps como a de 100Mbps.

A informação acima foi retirada do catalogo da Black Box


As informações abaixo foram contribuidas pelo Elysio Filho <elisiofilho[at]naves.com.br>

Para interligar apenas 2 micros, sem auxilio de HUB ou SWITCH, deve ser usado um cabo tipo cross-over: seguido o Padrão 568A em uma ponta e o padrão 568B na outra ponta, utilizando cabos de par trançado, categoria 5.

OBS1.: Para rede 10Mbs o azul e o marrom não interferem, podem até mesmo serem excluídos, importando mesmo para a rede 100Mbs.

OBS2.: O melhor cabo para se usar é o FURUKAWA.

OBS3.: O melhor conector RJ45 para se usar é o AMP.


Um internauta me perguntou certa vez: Pode realmente uma rede funcionar sem ser com o padrão 568A? Eu respondí o seguinte:

Obviamente que a cor do plástico do fio é inerte, e portando não faz nenhuma diferença no funcionamento da rede. O importante é a sequencia de ligações dos fios entre os dois conectores. Para tanto a cor do plástico do fio nos auxilia em distinguir os diversos pares. Para facilitar a identificação, foram adotados cores padrão e sequencia padrão. Assim um técnico poderá examinar a sequencia e saber se a sequencia é "A" ou "B" em cada ponta e saber então se o cabo é "direto" ou "cruzado".

Para uma rede de 10Mbps, com cabo "direto" (respeitando-se os limites de 100m de cabo por lance) a ligação é de pino 1 com pino 1; pino 2 com pino 2; etc. Portanto qualquer sequencia, desde que a mesma nas duas pontas, pode chegar a funcionar. Porem, é recomendado a adoção dos padrões existentes, para facilitar a identificação e manutenção dos cabos.

Já em uma rede de 100Mbps, por motivos de "crosstalk" entre os fios (basicamente interferência por causa da alta frequência), é necessário o cruzamento de alguns pares (os fios do par laranja, por exemplo, no tipo "A" ficam separados). Sem esse cruzamento dos pares, a rede não funciona a 100Mbps. Por isso, tambem, a sugestão é configurar os cabos pelo padrão, pois se passar para 100Mbps (que é uma tendencia natural) a rede continuará funcionando. (OBS: Recebí um email perguntando se o padrão 568B funciona a 100mb? Minha resposta: Eu não testei, mas acredito que sim.)


Outro internauta me perguntou certa vez: Eu e um amigo estamos pensando em fazer uma rede entre as nossas casas, tendo que passar os cabos através dos postes na rua. Eu queria saber qual a distância máxima que podemos estender o fio sem perder o sinal, se vai existir e como evitar interferências devido aos fios elétricos, se o RJ45 é melhor que o coaxial para esse fim, também no caso de a distância de 300 metros ser excessiva, um hub no meio resolveria, e também, finalmente, se tem como atingir os 100Mb/s.
Eu respondí o seguinte: A distância máxima para uso de par trançado é de 100m. Portanto se a distância entre as maquinas é de 300m. será necessário a utilização de 2 HUBs. Existe tambem o limite máximo de 300m para cada subrede, portanto para distâncias maiores que 300m teria que ser usado um switch para separar as subredes.

Discriminação e Cotas na Universidade Brasileira

No exercício regular de suas atividades a Universidade é discriminatória. Ela tem o papel de ensinar e, providenciar diploma para quem aprendeu. Mas apenas para quem aprendeu. Portanto ela discrimina entre quem sabe, e quem não sabe.

Na mesma linha de pensamento, a Universidade tem um certo tempo (4 a 6 anos, dependendo do curso) para ensinar ao aluno o necessário para ele ter o conhecimento suficiente para receber o diploma. Portanto ele tem que chegar na Universidade já com uma base sólida. Por isso a Universidade discrimina quem entra na Universidade, pois tem que ter o mínimo necessário para somar a esse conhecimento o conteúdo programatico do curso e se formar no tempo determinado.

O que pode acontecer se o aluno entra na Universidade com menos que o conhecimento mínimo exigido? Existem várias possibilidades:
1) Ele vai ser reprovado logo nas primeiras disciplinas, vai desanimar e vai abandonar o curso.
2) Ele vai se deparar com matérias para as quais ele não tem base, e vai estudar bastante para tentar passar nas disciplinas, sem exito, mas quando repetir as disciplinas nos semestres subsequentes, consegue passar e chega a se formar, apenas levando um tempo maior que o normal.
3) Ele vai se deparar com matérias para as quais ele não tem base, e vai estudar bastante para tentar passar nas disciplinas, e vai conseguir, com muito sacrifício, acompanhar os colegas.
4) O professor da turma vai baixar o nível do curso para poder o(s) aluno(s) passarem (prejudicando assim todos os alunos, e o proprio conceito da Universidade).

Ou seja, é muito provável que o aluno que entra na Universidade sem a base necessária, saia também sem a base necessária, possivelmente sem se formar (ou leve muito mais tempo para chegar a se formar).
Então por que toda essa conversa sobre cotas nas universidades? Na minha opinião a única discriminação que a Universidade deveria ter, ela já tem: a do conhecimento. Não vai adiantar criar mais discriminações por qualquer que seja o critério: idade, sexo, formato dos olhos, tamanho do pé, ou cor da pele.

Ao meu ver alunos não conseguem entrar na Universidade por não ter o conhecimento necessário para entrar, fazer o curso e poder sair com diploma. Portanto a saída, ao meu ver, é dupla:
1) dar condições ao aluno aprender o suficiente para poder entrar na Universidade;
2) Aumentar as vagas (e consequentemente o número das Universidades) para que os que querem estudar, tenham aonde estudar.



DNS - Servidores de Nomes de Domínios

O que significa DNS?

Vamos iniciar dizendo que toda maquina ligada à uma rede tem que ter uma identificação, independente do tipo de rede a que está sendo ligada. Caso contrário, como encontrar a maquina, entre as diversas maquinas existentes na rede.

No caso específico da Internet, cada interface de rede de cada maquina recebe pelo menos duas identificações: endereço MAC e endereço IP.

As placas de rede são identificadas individualmente atravéz de seu endereço MAC (MAC address, ou Media Access Control address). O MAC address é constituido por um conjunto de 6 números, cada número pode variar de 0 a 254 (00 até FF em hexadecimal).

Também, na Internet, a cada interface de rede é atribuido um IP. No formato IPv4, são 4 números que variam de 0 a 254, separados por ponto. Um formato novo (Dezembro de 1998 ) que vai aumentar de uso é o IPv6, já que permite um número bem maior de maquinas ligadas na rede.

Dito tudo isso, ainda não falamos sobre o DNS. Bem, cada máquina é identificada por um número, ou IP, mas isso não é muito intuitivo para os humanos. Por isso foi criado um serviço que permite colocar nomes nas maquinas e, a partir do nome, encontrar o IP da maquina. O sistema DNS é responsável por essa tradução entre nomes e IPs. Pode ser imaginado como um imenso banco de dados distribuido pelo mundo todo, contendo os nomes e os números das diversas máquinas da Internet.

Podemos solicitar ao Servidor de Nomes de Domínio a tradução de um nome para um IP, ou de um IP para um nome. No seu navegador, essa tradução é feita de uma forma transparente. Você digita o nome do site que você quer visitar, e o navegador traduz o nome para o IP, e solicita as informações daquele IP.

Como ter endereço fixo se o meu IP é dinâmico?

Existem vários provedores de Internet que providenciam um IP real, mas dinâmico. O IP é um IP real, roteável, mas muda quando se faz uma nova autenticação. O que pode ser feito para acessar a maquina, mesmo com o IP dinâmico?

Para resolver este problema, existem alguns sites que tem um servidor DNS com tempo curto, e assim toda vez que alguem vai acessar o site, faz nova consulta para saber se o endereço mudou. Eles oferecem o serviço de resolução de DNS (alguns de graça), e você atualiza o IP toda vez que o seu IP muda de valor. Existem alguns programas para fazer a verificação periodicamente e fazer a atualização apenas quando o IP muda.

Existem também roteadores no mercado que fazem esta atualização de forma transparente. Toda vêz que o seu provedor mudar o seu endereço IP, o roteador se comunica com o servidor de DNS e atualiza o seu IP.

Veja por exemplo os serviços do DynDNS e do No-IP.

Organização de Dados

O computador tem facilitado bastante a vida dos seres humanos, ajudando-os a guardar muitas informações. Mas essa informação não serve de nada, se não estiver acessível.

Na Internet existem vários serviços de busca que auxiliam na procura das informações espalhadas nos diversos servidores. No computador pessoal também existem algumas ferramentas que podem ajudar encontrar as informações nele guardados.

Mas também os usuários podem organizar os dados no computador para facilitar encontrar as informações. Imagine um professor que ensina em diversas escolas. Ele pode criar pastas (diretórios) para cada escola e colocar as informações em baixo da escola apropriada. Também se ele ministra mais de uma matéria, pode criar uma pasta para cada disciplina. Pode também criar uma pasta para cada ano (ou semestre) letivo.

Supomos um advogador tem um PC e quer colocar os processos de seus clientes em pastas separadas. Pode criar uma pasta para cada cliente. Dentro da pasta do cliente pode criar sub-pastas para cada processo daquele cliente. Se um determinado cliente tiver muitos processos, pode também classificá-los por ano, ou por tipo de processo.

No sistema Windows XP, o editor de texto (Word) cria automaticamente uma pasta chamada "Meus Documentos" (My Documents) e espera encontrar os documentos do usuário dentro desta pasta. O usuário esperto cria sub-pastas dentro desta pasta para dar uma organização em seus arquivos. E se for necessário, cria outras sub-pastas dentro das sub-pastas principais.

Obviamente cada usuário vai ter necessidades peculiares ao seu tipo de trabalho, e ao tipo de arquivos que deseja salvar no computador.

Outra vantagem de colocar todos os dados dos usuários na pasta e sub-pastas de "Meus Documentos" é a facilidade de backup dos dados.

Vamos nos organizar para usar o computador mais inteligentemente, e facilitar encontrar os dados nele contidos.

Sorvete

Misture:
1 lata leite condensado,
2 latas de leite (use a lata de leite condensado vazia para medir o leite),
1 colher (sopa) de amido de milho (Maizena),
2 gemas de ovo.
Cozinhe até quase ferver. Retire do fogo e esfrie.

Faça suspiro na batedeira:
2 claras de ovos,
1 colher (chá) de baunilha.

Coloque o suspiro dentro da outra parte e misture um pouco.
Congele no congelador.
Retire do congelador e bata na batedeira (de preferencia planetária, já que está congelado) até ficar homogênio.
Congele novamente. Sirva ainda congelado, em taçinhas.

OBS: Pode mudar o sabor acrescentando outras essencias.
Ex: Faça sorvete de café acrescentando um pouco de café solúvel.

Cheesecake

Ingredientes para fazer a massa de baixo:

  • 200g de biscoito Maria (ou biscoito Maizena).
  • 125g (meio tablete) de margarina derretida.

Modo de preparo da massa de baixo:
Bata no liquidificador os biscoitos, até ficar como farinha grossa. Despeje na travessa e acrescente a margarina derretida. Misture bem, e forre o fundo e as laterais da forma (travessa).

Ingredientes para fazer o recheio:

  • 1 lata leite condensado,
  • 1 copo requeijão.
  • suco de 2 limões Taiti.

Modo de preparo do recheio:

Bata no liquidificador o leite condensado com requeijão. Depois que estiver bem uniforme, acrescente o suco de limão e misture bem.

Despeje sobre a massa e espalhe até ficar uniforme.

Coloque na geladeira até esfriar.

Depois que gelar, espalhe geléia a gosto por cima, para fazer a cobertura.

Corte em pedaços e sirva frio.

Massa para Pizza

Misture bem:
1 xícara de agua (temperatura ambiente)
1/4 xícara de açucar
1/4 xícara leite em pó
1/4 xicara oleo
1 colher (chá) sal
3 xícaras farinha de trigo (sem fermento)
1 envelope fermento biológico seco instantâneo (10 a 11 gramas)

Sova bem a massa até ficar uniforme. Deixe crescer por 30 minutos. Sova novamante.
Deixe crescer por mais 60 minutos.

Ligue o forno em temperatura média.
Abra a massa numa superfície plana enfarinhada, com o rolo. Coloque a massa numa forma de pizza untada. Acrescente os recheios. Leve ao forno preaquecido por 15 a 20 minutos.

Sugestão de recheios:
Molho de tomate
Oregano
Queijo
Presunto
Salame
Liguiça Calabresa assada
Requeijão
Frango assado, desfiado

Para pizza com bordas de queijo, deixe a massa passar um pouco da forma, coloque queijo nas beiras e dobre a massa por cima.

Uso de Cartões de Crédito na Rede

Você tem cartão de crédito e costuma utilizá-lo em restaurantes e em postos de gasolina? Quantas vezes já entregou o cartão para o garçon ou para o frentista e levaram seu cartão lá dentro e voltaram com o cartão e com o papel para assinar?

O uso na Internet não é muito diferente. Exige cuidados semelhantes.

Tenho plena certeza que você não entregaria o seu cartão para uma pessoa totalmente estranha. Mas o garçom ou frentista não são totalmente estranhos, pois são funcionários do estabelecimento. O dono do estabelecimento os intrevistou e os contratou. São de confiança.

Quando fizer compras pelo cartão de crédito na Internet, não digite o numero de seu cartão em sites desconhecidos. Nem em sites que você conheceu por um link recebido em um email de um desconhecido. O mais seguro é digitar diretamente o endereço na barra de navegação. Assim você tem certeza que está no site desejado e não em algum site que está impersonando outro. Ou um site que tem um nome parecido com o verdadeiro, mas tem uma letrinha diferente no endereço.

Lembre-se que o site tem que ter o credenciamento do cartão de crédito para poder receber o pagamento da fatura. Caso contrário não receberá os valores da fatura.

Segurança na Rede

A cultura da rede de computadores tem, nos últimos tempos, expandido para fora das áreas acadêmicas para chegar ao cidadão comum, sem muita instrução quanto ao manuseio de computadores, muito menos dos perigos existentes na grande rede. Estas reflexões são direcionadas a pessoas que desejam mais algumas orientações em como se proteger desses perigos.

No mundo real existem mais de 6 bilhões de pessoas, nos 5 continentes. Cada uma tem sua própria visão do mundo, com seus anséios, seus próprios valores (ética, honestidade, etc.). Existe também uma grande variedade de enfermidades e de virus que podem ser transmitidos por diversas maneiras e fazer diversos graus de danos. Quanto mais cedo são detectados, mais cedo podem ser controlados e menos danos poderão fazer. A deteção precoce auxilia na sua eliminação.

No mundo virtual, as coisas são bastante semelhantes às do mundo real. Existem milhoes de computadores ligados em rede. Isso favorece a proliferação de virus. Existem milhões de usuários: cada um com seu nível de conhecimento, precauções, ética, etc.

No mundo real existe a AIDS. Existem várias maneiras de evitar de pegar o virus do HIV. O ministério da saúde gasta muito dinheiro nas propagandas e orientações dizendo que para se previnir, use camisinha. A minha orientação vai mais além: se és solteiro, aguarde o casamento. Se és casado, não pule a cerca.

No mundo virtual o paralelo é esse: Evite sites duvidosos. Visite apenas sites de boa reputação. E mantenha sempre o anti-virus atualizado. Nunca clique em um arquivo atachado em um email de quem você não conhece. Se voce conhece o remetente, certifique-se que realmente foi enviado por ele, e de que se trata o atachado. Se o atachado tiver extensão de EXE, SCR, COM, ou qualquer outra extensão executável, não abra.

Se possível, mantenha também o seu computador atualizado com as versões mais novas dos programas. Na dúvida, não ultrapasse.

Pode parecer estranho, mas no mundo real pode ter alguem no seu setor de trabalho tentando lhe derrubar. Tentando conseguir uma promoção tomando o seu lugar. Bem, no mundo virtual tem pessoas que nem lhe conhecem, mas querem derrubar seu computador. Em algums casos querem até instalar um programa em seu computador que possa enviar para eles as suas senhas (senhas de emails, senhas de contas bancárias, etc.). Se você clicar em um programa desses e depois digitar suas informações pessoais, poderá estar colocando sua conta bancária em risco, ou até pior, colocando até a própria vida em risco.

Na vida real voce tem medo de passar em certos bairros em certos horários. Na rede também, você deve evitar passar em sites duvidosos, pois podem oferecer perigos reais. "É melhor (e muito mais fácil) previnir, do que remediar!"

Biscoitos Butterscotch

Bata bem na batedeira (de preferência uma batedeira planetária):
125 g margarina (meio tablete pequeno)
3 xícaras açucar (cristal ou demerara)
3 ovos
1 xícara farinha de trigo
1 e meia xícaras de aveia flocos finos
1 colher (sopa) fermento em pó químico
1 e meia colher (chá) sal
1 e meia colher (chá) baunilha

Coloque em uma forma retangular untada.
Asse em forno médio (pré-aquecido) por 30 a 35 minutos.

Depois que esfriar, corte em quadrados.

Sopa de Tomate

Em banho maria faça o molho branco:
2 colheres (sopa) margarina
3 colheres (sopa) farinha de trigo
1 colher e meia (chá) sal
1/8 colher (chá) pimenta do reino moido.
meio litro de leite

Em outra panela ferva por 5 minutos:
1 lata extrato de tomate
2 latas de água (use a lata seca do extrato para medir a água)
1 colher (sopa) de cebola picada
meia colher (chá) açucar
4 cravos da Índia

Após a fervura, acrescente ao molho vermelho:
1/8 colher (chá) bicarbonato de sódio

Coloque o molho vermelho dentro do molho branco, aos poucos, mexendo sempre.

OBS: Receita de meu pai.

Pão de Banana

Bata bem na batedeira (de preferência uma batedeira planetária):
6 bananas
2 xícaras de açucar
2 colheres (chá) bicarbonato de sódio
1 colher (chá) fermento em pó químico
1 colher (chá) sal
3 xicaras e meia de farinha de trigo.
Adicione e bata mais um pouco: 4 ovos
Coloque em 2 formas de pão untadas.
Asse em forno médio (pré-aquecido) por 45 a 60 minutos.
Faça o teste do palito para ver se assou bem no meio.

OBS: O teste do palito consiste em espetar um palito no meio do pão e ver se fica limpinho ao ser retirado.

Deus e os gansos

Era uma vêz um homem que não acreditava em Deus, e não hesitava em contar para os outros o que ele achava de religião e feriados religiosos. Sua esposa, no entanto, acreditava, e criou os filhos com fé em Deus e Jesus, mesmo com os comentários desaforados dele.

Um dia de muita neve, a esposa estava se preparando para levar os filhos à igreja local, para ouvir falar sobre o nascimento de Jesus. Ela o convidou para ir junto, mas ele se recusou. "Aquela história é besteira." ele disse, "Porque Deus iria se baixar para vir à Terra como homem? Isso é ridículo." Então ela foi com os filhos para a igreja, e ele ficou em casa.

Pouco depois o vento aumentou, e a neve virou tempestade. Quando o homem olhou pela janela, não viu nada, além da tempestade de neve. Ele sentou perto da lareira para olhar o fogo e relaxar um pouco. Depois ele escutou um barulho. Alguma coisa tinha batido contra a janela. Ele olhou pela janela, mas não viu nada. Resolveu sair e dar uma olhada, para ver o que teria sido.

No campo perto da casa, ele viu um bando de gansos. Aparentemente estavam migrando para sair do frio, e foram pegos pela tempestade, e assim, não puderam prosseguir. Agora estavam perdidos em sua fazenda, sem comida ou abrigo. Estavam batendo as asas e voando em circulos baixos. Parecia que um ou dois deles tinha batido na janela.

O homem sentiu pena dos gansos e queria ajuda-los. Pensou que o estábulo dele (onde ele tinha os seus animais) seria um lugar protegido da tempestade e os gansos poderiam passar a noite, e esperar a tempestade passar.

Então ele foi ao estábulo e abriu as portas e esperou os gansos entrarem. Mas os gansos não entendiam o que seria aquilo, e não compreenderam que seria um lugar seguro. O homem tentou espantá-los para dentro, mas eles se afastaram mais ainda.

Depois ele foi para dentro de casa e pegou pão, e fêz uma trilha de pão para dentro do estábulo. Mas os gansos não entenderam.

Agora o homem começou a ficar frustrado. Tentou novamente espantar os gansos para dentro do estábulo, mas tudo que ele fazia espantava os gansos mais ainda. E os gansos se afastavam mais e mais do lugar seguro.

"Porque ele não me seguem? Eles não podem ver que esse é o único lugar seguro, onde podem sobreviver a tempestade." Ele parou e pensou um pouco, e depois viu que os gansos não iriam seguir um humano. "Se eu fosse um ganso, poderia salvá-los" ele disse em voz alta.

Então ele teve uma idéia, foi no estábulo e pegou um de seus próprios gansos, arrodiou por tráz dos gansos selvagens, e soltou o seu ganso. Quando ele soltou o seu ganso, ele passou pelos gansos selvagens e entrou no estábulo. Um por um, os gansos selvagens seguiram, para o lugar seguro.

Ele ficou em silêncio, meditando nas palavras que tinha pronunciado minutos antes: "Se eu fosse um ganso, poderia salvá-los." Depois ele pensou no que tinha dito para sua esposa antes: "Porque Deus iria querer ser como nós? Isso é ridiculo!"

De repente tudo começou a fazer sentido. Foi isso que Deus tinha feito. Nós estavamos como os gansos - cegos, perdidos e morrendo. Deus enviou o Seu Filho, para se tornar como nós, para nos mostrar o caminho e nos salvar.

Enquanto os ventos se acalmaram, e a neve parou de cair, seu espírito se aquietou. Ele ponderou os acontecimentos e de repente ele entendeu o motivo da vinda de Cristo. Anos de dúvidas e descrença desapareceram com a tempestade. Ele caiu nos joelhos e fez sua primeira oração: "Obrigado Deus, por ter vindo na forma humana para me tirar da tempestade!"

Orçamento Familiar

Em meu último post mencionei que os financeiramente estruturados fazem um orçamento e conseguem seguir esse orçamento. Aqui vou listar algums itens que devem compor um orçamento básico:

  1. Contribuições religiosas (dízimos e ofertas)
  2. Alimentação (refeições, lanches)
  3. Moradia (prestação da casa própria, IPTU, alugueis, taxas condominiais)
  4. Educação (mensalidades escolares, livros, apostilas)
  5. Transporte (passes escolares, combustíveis, prestação e manutençaõ do carro, emplacamento)
  6. Vestuário (fardamentos, roupas para casa e para sair)
  7. Comunicação (telefonia, Internet, correios)
  8. Impostos
  9. Seguros (carro, casa, vida)
  10. Itens pessoais
  11. Poupança

Somando todas as despesas básicas, o total deve ser menor que os rendimentos mensais, para colocar cerca de 10% em poupança, ou outros investimentos seguros. A porcentágem de cada item pode variar com a faixa de renda e os anseios do indivíduo. O valor poupado pode ser maior se está antecipando uma compra grande tipo carro, casa, apto, etc.

Um iniciante pode demorar uns dois ou tres meses para equilibrar o orçamento, ajustando os valores um pouco a cada mês. Se possível, sugiro colocar em uma planilha todos os gastos do primeiro mês, para servir de previsão para o segundo mês. Sempre deve ser ajustado para ter uma sobra para o dia de amanhã, já que o futuro a Deus pertence.

Os que reconhecem a existência de Deus, e sabem que tudo vem de Deus, sabem que devem devolver para a obra de Deus uma parte do que Ele nos confiou. Por isso coloquei como o primeiro item a questão dos dízimos e ofertas para a comunidade religiosa a que você pertence.

Os que não reconhecem que existe um Deus todo poderoso nos céus deveriam ler os meus posts anteriores: Eu Creio, Nem Tudo é Relativo..., e Peregrinos.

quinta-feira, 25 de outubro de 2007

Comportamento Financeiro

Uma parte muito importante de cada individuo é relativo ao seu comportamento financeiro. Existe uma gama muito grande de tipos de comportamento financeiro, mas podemos listar alguns deles aqui: 1) Totalmente desorganizados financeiramente (gastam tudo que ganham, e mais um pouco). 2) Poupadores (guardam tudo, e gastam o mínimo possível). 3) Estruturados (fazem e conseguem seguir um orçamento, investindo um pouco e gastando um pouco).

Os da categoria 1 não estão preparados para qualquer imprevisto, por menor que seja, pois já gastaram por conta, os salários que ainda vão receber. Não têm nenhuma reserva (poupança) e dizem que dependem de Deus para cobrir as despezas. Alguns dizem ainda que andam pela fé, pois o dinheiro nunca é suficiente.

Os da categoria 2 muitas vezes tem os recursos necessários, mas não sabem (ou não querem) usar os recursos que tem. Preferem "ficar sem", do que tirar o necessário da poupança, ou destinar parte do que recebem para cobrir os gastos. Muitas vezes são chamados de "mão de vaca" ou "mão fechada" pois não gostam de arcar com a sua parte da conta; preferem que os outros paguem por eles.

Os da categoria 3 aprendem a valorizar os recursos que tem, investir um pouco para as incertezas de amanhã, mas sem deixar de pagar as contas de hoje. Esses são os que realmente vivem a vida, pois sabem pesar o que é importante e o que é superfluo. Sabem balancear as oportunidades e saber se a promoção vale a pena, ou se é ilusória. Tem o suficiente em poupança para cobrir eventuais surpresas, sem grandes preocupações, mas preferem tirar as despesas do orçamento normal, do que tirar da poupança.

Tipos de Servidores Tipicos

Na mensagem anterior quando falamos sobre Sistema Operacional de Redes, mencionamos os servidores tipo: 1) Peer-to-Peer, e 2) Cliente-Servidor.

Agora vamos definir alguns tipos diferentes de servidores:

  • Servidor de Arquivos.
  • Servidores de Banco de Dados.
  • Servidores de Impressão.
  • Servidores de Comunicação.
  • Servidores de Gerenciamento.

Servidores de Arquivos são usados para distribuir arquivos (de dados e/ou programas executáveis) em uma rede local. No passado eram usados para "hospedar" os programas executáveis para uso por sistemas "diskless" (sem disco rígido) ou com disco rígido pequeno. Servem tambem para manter uma versão de um arquivo de dados para ser consultado por todos os usuários na rede local.

Servidores de Banco de Dados são usados para consulta e/ou cadastro de dados. A interface de visualização pode ser proprietária, ou pode ser via interface web. Os bancos de dados são de preferência tipo cliente/servidor.

Servidores de Impressão, são máquinas ligadas na rede para gerenciar impressoras (lazer, jato de tinta, matricial, etc.). A gerência pode incluir desde o simples roteamento dos documentos para as impressoras, até o gerenciamento de cotas de papel por usuário por período de tempo (dia, semana, mês).

Servidores de Comunição, são maquinas usadas para distribuição de informações na rede. Podem ser simples servidoras de correio eletrônico (e-mail) ou servidores web e/ou ftp. Podem também ter modems para acesso remoto por parte dos usuários.

Servidores de Gerenciamento são maquinas usadas na gerência da rede. Esse termo é bastante amplo e pode ser aplicado tanto a maquinas que gerenciam o acesso de usuários à rede (NT PDC, NT BDC, etc.) como maquinas que supervisionam tráfego na rede, ou em alguns casos podem ser até os "firewalls" que gerenciam o acesso aos diversos serviços.

Sistema Operacional de Redes

Um Sistema Operacional de Redes é um conjunto de módulos que amplíam os sistemas operacionais, complementando-os com um conjunto de funções básicas, e de uso geral, que tornam transparente o uso de recursos compartilhados da rede.

O computador tem, então, o Sistema Operacional Local (SOL) interagindo com o Sistema Operacional de Redes (SOR), para que possam ser utilizados os recursos de rede tão facilmente quanto os recursos na máquina local.

Em efeito, o SOR coloca um redirecionador entre o aplicativo do cliente e o Sistema Operacional Local para redirecionar solicitações de recursos da rede para o programa de comunicação que vai buscar os recursos na própria rede.

O Modêlo de Operação do Sistema Operacional de Rede é o modêlo Cliente / Servidor:

  • Ambiente onde o processamento da aplicação é partilhado entre um outro cliente (solicita serviço) e um ou mais servidores (prestam serviços).
Os módulos do SOR podem ser:
  • Módulo Cliente do Sistema Operacional (SORC)
  • Módulo Servidor do Sistema Operacional (SORS)
Os tipos de arquiteturas para Sistemas Operacionais de Rede são:
  • Peer-to-Peer
  • Cliente-Servidor:
    • Servidor Dedicado
    • Servidor não Dedicado
Na arquitetura Peer-to-Peer temos várias máquinas interligadas, cada uma com serviços de Servidor e de Cliente na mesma máquina junto com o Sistema Operacional Local.

Na arquitetura Cliente-Servidor com Servidor Dedicado, temos uma máquina servidora que não executa aplicativos locais.

Na arquitetura Cliente-Servidor com Servidor não Dedicado, temos uma máquina servidora que executa aplicativos locais, além de prover os serviços de Servidor.

Projeto de Rede com Cabos de Par Trançados

A interligação de computadores pode ser feita "com fio" ou "sem fio". Nas ligações "com fio", o projeto tem que ser bem feito, levando em conta a situação atual e também a provavel expansão da rede.

Aqui vamos descrever um pouco de como deve ser esse projeto de rede.

Primeiramente deve ser feito um levantamento de todos os computadores que vão se interligar à rede, e as possíveis (ou prováveis) expanssões da rede. Não esqueça que o preço de computadores está caindo e é muito provável que outros computadores irão se integrar à rede em um futuro muito próximo.

Verifique o local onde tem a maior concentração de computadores, e veja onde pode ser localizado algum concentrador (HUB ou SWITCH). Podem ser identificados várias regiões onde tem vários computadores (PCs) e podem ser instalados um concentrador em cada região, depois se interliga os concentradores. Sempre devem ser deixados uma ou mais portas do concentrador para interligação de outros PCs.

Deve-se colocar um cabo entre o concentrador (HUB ou SWITCH) e cada PC. Cada cabo deve ser feito de acordo com o padrão 568A. Deve-se lembrar também da limitação de 100m para cada cabo de rede.

Hoje em dia muitos SWITCHes já tem um reconhecimento automático da velocidade (10/100) e também se o cabo é direto ou cruzado (cross over). Portanto pode-se interligar SWITCHes também com um cabo normal, e o próprio SWITCH cuida em cruzar um lado.

O Papel Social da Universidade

Na minha mensagem anterior falei que não acho ser o papel da Universidade o fornecer alimento, vestimentas, transporte, etc. aos alunos.

Por outro lado, acho que a Universidade poderia providenciar bolsas para estagiários, para realizar algumas funções necessárias na Universidade, e assim providenciar, através de trabalho, os meios de sustento para os mais carentes.

Pense da seguinte maneira: em vez de ter vários funcionários concursados com carteira assinada e salários altos, a cada período se seleciona alguns alunos estagiários para supervisionarem certos serviços, ou laboratórios. Além de contribuir para os alunos, economiza-se com os encargos sociais.

Para que isso funcione, é preciso ter um coordenador dos estagiários com poder de descontar da bolsa pelas faltas cometidas. É assim que funciona na empresa privada.

O Papel da Univesidade Brasileira

Já tenho vários anos de ensino na UFPB e UFCG. Já sobrevivi a várias greves de professores, de funcionários e até de alunos. Em diversas greves de funcionários, foi discutida a questão do Restaurante Universitário (RU). Isso me leva a pensar no papel da Universidade Brasileira.

Alguns alegam que a Universidade tem por obrigação manter o RU funcionando, para que os alunos possam se alimentar, para poder então estudar. Eu me pergunto: Será que os alunos precisam apenas de alimento? Será que não precisam de transporte? Será que não precisam de vestimentas? Será que não precisam de moradia?

Mas também me questiono: Será que o papel da Universidade é de providenciar tudo isso ao aluno necessitado. Será que agora a Universidade vai ter que dar sapato (ou tenis) para os alunos poderem se calçarem, para vir a áula? Será este o papel da Universidade?

Não estou dizendo que o aluno não precise destas coisas, estou apenas dizendo que acho que não é papel da Universidade providenciar isso.

Eu tenho a impressão que o papel da Universidade é educar, ou seja: ter um quadro de professores capacitados a passar informações para aqueles que desejam aprender.

No meu entender, o papel da Universidade é ensinar ao aluno como aprender. Se o aluno aprender a aprender, com certeza não será um profissional obsoleto. Mas se o aluno não aprender a aprender e apenas decorar ou memorizar o suficiente para passar nas provas e copiar os trabalhos, será um profissional obsoleto antes mesmo de se formar da Universidade.

Custos da Telefonia

Existem várias maneiras de serem cobrados os serviços de telefonia. Em um sistema competitivo, ficaria a cargo do usuário escolher o que mais se adequa ao seu perfil. Em um sistema de monopólio de serviços, o usuário tem apenas a escolha se quer (e pode pagar) ou não o serviço.

Uma maneira de cobrar o serviço é por utilização (semelhantemente à cobrança das companhias de energia elétrica). Poderá haver uma taxa de instalação (ou adesão) e posteriormente, apenas a cobrança pelas ligações feitas. Várias empresas de telefonia celular pre-pagas (cartão) utilizam uma cobrança semelhante a esta. A diferença ficando com os dias de validade dos créditos.

Outra maneira semelhante a esta é de cobrar um valor fixo por ligação, independente da duração da ligação.

Uma terceira maneira de cobrar pelo serviço telefônico é por intermédio de um valor mensal fixo, pré-determinado. Assim o usuário paga uma taxa para ter acesso ao serviço de comutação da telefônica e não tem nenhum custo adicional por mês, se fizer ligações, ou não. As ligações locais, não importando quantas forem, ou qual sua duração, estão incluidas na assinatura básica mensal. Durante algum tempo a Vesper comercializou planos semelhantes a estes.

Mais uma maneira seria uma cobrança mista, ou seja, uma assinatura mensal (mais baixa), somado a um valor pelas ligações feitas. Várias companhias telefônicas brasileiras optaram por esta modalidade de cobrança.

Para as companhias telefônicas esta última parece ser a mais vantajosa porque garante uma entrada mínima mensal, somado a uma entrada variável com o aumento das ligações. Se houver um mês em que a cidade estiver de luto e não use o telefone, assim mesmo a telefônica iria faturar. Se houver um mes de aniversário, a telefônica iria faturar ainda mais, por causa das ligações feitas.

Peregrinos

Ao ler a Palavra de Deus (a Bíblia Sagrada), entendo que essa terra é apenas uma passagem, apenas uma curta peregrinação.

Existem pessoas que acham que o "aqui e agora" é a única coisa que interessa. Parece que não acreditam em um Deus soberano, criador dos céus e da terra, e nem em uma vida depois desta. Se desesperam para usufruir o máximo do tempo presente, sem se importar com seu semelhante. Sem olhar as conseqüências de suas ações.

Mas Deus leva em conta as nossas ações. Ele leva em conta nossas atitudes para conosco e para com nosso semelhante. Ele sabe se o que estamos fazendo é apenas pensando no "aqui e agora" ou se estamos também pensando no próximo, e no porvir.

Deus vê o coração. Ele sonda o nosso íntimo. Sabe se estamos nos preparando para a vida eterna perto d'Ele, ou se O desprezamos.

Versículo para meditar:
"Amados, exorto-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências da carne, as quais combatem contra a alma;" (1 Pedro 2:11)

Nem Tudo é Relativo...

Hoje em dia muitas pessoas dizem que tudo é relativo. Tudo depende do ponto de vista do observador.

Há quem pergunte: hoje existe segurança? Em casa? No trabalho? No banco? Na loja? no shopping? A segurança com certeza é relativa, e é muito falha. Existem coisas que podem aumentar a nossa segurança, mas mesmo assim continua muito relativa.

O tempo hoje parece muito relativo. Um segundo é muito tempo? Depende. Para um atleta pode parecer uma infinidade. A diferença entre ganhar ou perder. Para quem está alegre, gozando da vida, um segundo passa rápido demais. Até uma tarde inteira passa tão rapidamente.

O amor das pessoas hoje também, em muitas ocasiões parece muito relativo. Se me beneficiar, ou me der alegria ou prazer eu quero. Se for para me sacrificar, tomar posição, passar dificuldades, então não me enteressa. Num mundo em que os relacionamentos tem sido tão banalizados, poucos sabem o que é realmente o amor.

O que é certo ou errado. Depende da ocasião. Depende quem está fazendo, o que, aonde. Pode ou não pode? Depende quem está olhando, quem está por perto.

Mas as coisas para Deus nunca foram relativas. Ele determinou o que é certo e errado, e Ele não muda, nunca mudará. Quando lembramos que iremos prestar contas a Ele, e que Ele exige de nós a mesma coisa que exigia de nossos pais, de nossos avós, devemos pensar duas (ou até tres) vezes antes de cometermos algum pecado contra Ele.

Deus quer que sejamos pessoas honestas, bondosas, graciosas, prestadoras. Será que temos tentado relativizar nosso relacionamento com Deus, e com nosso semelhante? Ou será que temos nos esforçado para sermos dígnos de sermos chamados cristãos, ou seja, semelhantes a Cristo?

Versículo para meditar: "Portanto santificai-vos, e sede santos, pois eu sou o Senhor vosso Deus." (Levítico 20:7)

Eu creio...

Eu creio em um Criador dos céus e da terra. Um Ser superior, inteligente, pensador, que tem vontade. Creio em um Deus todo poderoso, amoroso, justo, soberano, onipresente, oniciente, onipotente.

Creio em um Deus pessoal que sustem a sua criação. Faz o sol nascer para o justo e o injusto. Faz a chuva cair no justo e no injusto. Creio em um Deus que conhece cada criatura pelo nome. Conhece até os desejos do coração de cada uma de suas criaturas.

Creio em uma humanidade egoísta, pecadora. Creio em uma geração corrupta, perdida sem Deus.

Creio em um Deus que visitou a sua criação, e providenciou salvação individual para suas criaturas, para que podessem se tornar parte da família de Deus. Um Deus que se fez carne e habitou junto à sua criatura, na pessoa de Jesus: o Cristo, o Salvador.

Creio na salvação providenciada por Deus, não pelas obras dos homens, pois em si mesmo nada são, nada conseguem. Creio na salvação pela morte substitutiva de Jesus. Um Jesus que pagou os nossos pecados. Pela Sua morte sou sarado, sou salvo.

Versículo para meditação:
"E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade; e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai." (João 1:14)

Pergunte ao Bob

Não sou expert, mas sou experiente. Escrevo sobre alguns temas de meu interesse, que podem ser de interesse de outras passoas também.